Turismo

Religião

Igreja Matriz de São Pedro e São Paulo

Em 14 de março de 1860, assentou-se a pedra fundamental, sendo toda a obra concluída em 9 de abril de 1882, recebendo os Foros de Matriz, em louvor a Nossa Senhora da Conceição da Santa Virgem e dos apóstolos São Pedro e São Paulo. Construção de grande porte, estilo neoclássico, com frontão triangular demarcando a Nave Central, com torres laterais formando o eixo central de simetria. Até 1932 suas torres limitavam-se a altura do frontão, e em 1933 foram concluídas para abrigar seus sinos. Possuía um grandioso altar-mor e cinco altares laterais. O interior da igreja sofreu diversas modificações, descaracterizando sua construção original. 

Localização: Praça São Pedro e São Paulo, s/nº - Centro.


Santuário Bom Jesus de Matosinhos

Localizado no distrito de Werneck, o Santuário Bom Jesus de Matozinhos, segundo dados históricos, em meados do século XVIII já havia devoção à imagem do Cristo Crucificado. No local foram erguidas três igrejas. A primeira em 1774, com altar-mor e dois laterais. 88 anos depois, em 1862, foi construída a segunda, que ficou em ruínas. A igreja atual, erguida em 1959, recebe grande romaria todo último domingo de agosto, onde os fiéis dão graças aos milagres e pagam suas promessas. No local existe uma sala de "ex-votos" com testemunhos milagrosos, desde o século XVIII.

Localização: Largo do Santuário, s/nº - Werneck- 4º Distrito.


Igreja N. S. de Sant'Ana de Inconfidência

A primitiva ermida precedeu o cemitério colonial, iniciado em 1740. A capela que a substituiu, 1770, é célebre em nossa história por ter recebido em seu chão, em 1792, os despojos de Tiradentes, expostos diante da fazenda local. Devido à exiguidade da várzea, que impedia a expansão da vila, esta foi removida em 1894 para o local de hoje, com a inauguração do atual templo. A paróquia de Santana foi criada em 1839. 

Localização: Rua Galdino Rodrigues Pereira s/nº - Inconfidência- 3º Distrito.


Igreja Nossa Senhora do Rosário

Por iniciativa de Manoel José Correa da Silva, cria-se a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário, visando angariar donativos para a construção de uma capela. Localizada no cume de um morro, sua construção é iniciada em 1854 e concluída seis anos depois. A igreja é de pequeno porte, com características coloniais de arquitetura simplória. Sua estrutura é em madeira, pedra e pau a pique. Em 1881 sua única torre foi erguida para abrigar quatro sinos de bronze e um relógio de origem inglesa; que durante muitos anos serviu como regulador dos horários da população da cidade. 

Localização: Largo do Rosário – Centro.


Capela de São Sebastião

A capela de São Sebastião é de pequeno porte. O conjunto nave é de pouca altura, pórtico e torre sineira. Lembra as pequenas capelas das missões. Com o desenvolvimento urbanístico da região, a capela sofreu modificações arquitetônicas, sendo concluída em 15 de janeiro de 1967. Localizada em Fernandó, a 5 km ao sul da Praça Garcia.

Localização: Fernandó s/nº - Vila Salutaris - 2º Distrito.


Igreja Matriz de Santo Antônio da Encruzilhada

Segundo tradição local a devoção a Santo Antônio vem do sepultamento improvisado do "menino Antônio", na Várzea, fronteira ao cemitério, vitimado pela varíola no ano de 1836. Os moradores da cidade, temerosos do contágio da doença, impediram a travessia do pequeno corpo que seria levado ao cemitério do morro da Casa Grande. Sendo assim, tomaram o rumo em direção ao longínquo cemitério da Várzea. Surgiu então a idéia de sepultá-lo junto ao caminho. Na cruz do sepulcro, nasceu à devoção a Santo Antônio dos Pobres da Encruzilhada do Lucas. A paróquia criada em 1855, deu-se o início da construção da igreja, concluída em 1872. Fachada simplória, com quatro colunas em cantaria, porta de acesso arqueada e sete janelas frontais. 

Localização: Rua - Vila Salutaris- 2º Distrito.


Igreja Nossa Senhora de Santana

Localizada no bairro Lavapés, foi construída em meados do século XIX por iniciativa dos comerciantes que tinham seus estabelecimentos junto à praça, destacando-se os portugueses José Rodrigues Gonçalves Ferreira, Antonio José Soares de Souza e José Rodrigues Tigre, que iniciaram as obras em 1855, sendo concluída em 1858. Com ajuda da comunidade construiu-se o altar-mor e a imagem da padroeira foi ofertada pelo fazendeiro João Jacintho do Couto. Foi a terceira igreja construída na cidade. De arquitetura simplória, sua estrutura original não resistiu ao tempo e seu estilo arquitetônico foi descaracterizado na tentativa de restauração nos anos 50. 

Localização: Rua - Lavapés - Centro.


Capela de Nossa Senhora das Graças

Construída com donativos da Sra. Maria Augusta de Oliveira Penna (in memoriam) a seu pai Dr. Randolpho Penna, devoto de N.S. das Graças. Sua construção iniciou em 1º de maio de 1922, e foi inaugurada em 31 de maio de 1923. É uma capela de pequeno porte, apresentando características góticas. Sua planta tem formato hexagonal na fachada principal, o vão que antecede a porta de acesso possui três arcos ogivais que sustentam a torre sineira. As suas laterais possuem 12 vitrais, também em forma de ogiva. 

Localização: Morro de Santo Antônio – Centro.