Notícias

Educação 05/06/2021

Profissionais da educação das redes pública e privada de Paraíba do Sul são vacinados contra a Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde realizou a imunização contra a Covid-19 dos profissionais da educação das redes públicas e particular de Paraíba do Sul neste sábado (5). A vacinação aconteceu em dois locais da cidade: Escola Municipal Professor Manuel Gonçalves D’Ascensão e CIEP Municipalizado Haroldo Machado de Barros.

A vacinação contra a Covid-19 foi direcionada aos profissionais da educação que possuem vínculo empregatício ativo em alguma escola pública ou privada do município. Entre os trabalhadores que receberam a primeira dose da vacina estavam os professores, pedagogos, diretores, monitores, administrativos, merendeiras, auxiliares de serviços gerais, motoristas e porteiros.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o esquema vacinal pôde abrigar todos os grupos do quadro de profissionais da educação em uma única data devido ao quantitativo de vacinas recebidas pelo município nos últimos dias, o que permitiu uma maior celeridade na imunização.

O cronograma do esquema vacinal dos profissionais da educação contou com horários específicos para cada unidade escolar, para que fossem evitadas aglomerações nos locais de vacinação. O uso de máscara foi obrigatório.

Os profissionais da educação seguirão sendo vacinados conforme calendário que será divulgado pela Secretaria de Saúde.

A vacinação contra a Covid-19 dos demais grupos prioritários do município segue ocorrendo normalmente nas Unidades Básicas de Saúde e o cronograma pode ser conferido nas redes sociais da Prefeitura e Secretaria de Saúde.

Para o secretário municipal de educação, a vacinação dos trabalhadores da educação é uma grande conquista para o município.

“A vacina é fundamental para a segurança de todos os profissionais da educação e também para os estudantes e suas famílias. Precisamos olhar com atenção para o impacto social do afastamento dos estudantes da sala de aula, principalmente aqueles cujas famílias se encontram em situação de vulnerabilidade. A imunização dos trabalhadores da educação nos oferece maior segurança para seguir com o processo de retomada gradativa das aulas presenciais através do formato híbrido, com os estudantes e famílias tendo a opção de escolha entre o ensino híbrido, que conjuga encontros presenciais na escola e atividades remotas e ensino exclusivamente remoto”. – disse o secretário.