Notícias

Professor Aristides Neto é o vencedor do Prêmio Shell de Educação Científica 2019

O professor de matemática da Rede Municipal de Ensino de Paraíba do Sul, Aristides Praxedes Neto, foi o vencedor da 6ª edição do Prêmio Shell de Educação Científica – categoria Ensino Fundamental II –  com o projeto “Além da Descoberta do Vento”, desenvolvido junto aos alunos do 8º e 9º ano da Escola Municipal Arcanjo Antonino Lopes (Tim Lopes), no bairro Liberdade.

A premiação ocorreu em cerimônia realizada na última quarta-feira, dia 27, no Museu do Amanhã no Rio de Janeiro, e contou com a presença da Secretária de Educação de Paraíba do Sul, Neila Bouzada.

O projeto consiste na criação de uma Estação de Coleta de Dados Automática, denominada Estação Da Vinci, para a coleta de dados climáticos. O objetivo é exercitar a aprendizagem da Matemática com os alunos, ampliando e consolidando os conhecimentos de geometria, escalas, razão, proporção e interpretação de gráficos na representação dos fenômenos naturais, tudo isso unido à tecnologia.

Além do reconhecimento com o 1º lugar, Aristides também participará de uma viagem à Londres para uma semana de estudos em uma das escolas científicas da capital da Inglaterra.

A Escola Tim Lopes também será premiada e receberá um kit multimídia, com computador laptop, datashow e caixas de som para que seja utilizado no ambiente escolar.

Aristides falou sobre a felicidade e o orgulho desta conquista. “O Prêmio Shell é a premiação máxima para um professor. É como um ator receber o Oscar. A importância desta premiação é que ela coloca a educação em evidência no país, e estabelece o professor como sendo o protagonista do processo educacional, valorizando o profissional.”

A secretária de educação, Neila Bouzada, parabenizou o professor, e lembrou o espírito inovador de Aristides como educador.

“Fiquei muito feliz com esta conquista. Aristides é um excelente professor e seu trabalho é feito com amor e dedicação. Através dos diversos projetos que já desenvolveu no nosso município, Aristides sempre buscou despertar nos alunos a curiosidade e o interesse pelo conhecimento. O prêmio é mais do que merecido” – disse Neila.